Voltar para Saiba mais

Orgasmo outra vez?

Respostas dos órgãos sexuais

Chegar ao orgasmo é a maneira que o corpo tem de nos agradecer pelo sexo. No entanto, se você estiver com sono, fora de forma, comer mal, ingerir bebidas alcoólicas em excesso, fumar ou usar drogas, fica mais difícil chegar ao orgasmo. Um corpo saudável consegue chegar ao orgasmo de forma mais saudável.

É possível que ache complicado chegar ao orgasmo por não estar totalmente pronta para o sexo, por ficar nervosa ao pensar em gravidez (confira nosso guia de contracepção e métodos contraceptivos) ou porque teve experiências sexuais traumáticas. Nesse caso específico de experiências sexuais, consulte seu médico para que ele indique o tratamento mais adequado para você conseguir chegar ao orgasmo.

Mesmo se estiver pronta para ter um orgasmo  com seu parceiro, é muito possível – e, diversas vezes, muito mais fácil – chegar ao orgasmo sozinha. Quanto mais conhecer seu corpo, mais fácil será chegar ao orgasmo com seu parceiro.

"Um corpo saudável consegue chegar ao orgasmo de forma mais saudável"

1. Excitação feminina e excitação masculina

O sangue se concentra nos lábios, mamilos e zonas erógenas. Os órgãos sexuais nestas zonas erógenas incham e escurecem, produzindo uma sensação de formigamento que antecede o orgasmo. Na excitação feminina, as mulheres ficam umedecidas durante as preliminares. Já na excitação masculina, os homens podem ter uma leve ejaculação precoce. Seu pulso e respiração aceleram e você pode ficar corado neste momento de excitação.

Se não houver lubrificação vaginal natural, Durex Play Gel Sensual 2 em 1  ajuda a deixar esse momento mais tranquilo. O gel lubrificante aumenta a umidade para maior conforto nas preliminares sem depender da lubrificação vaginal, ajudando o corpo a dar aquele pontapé inicial até chegar ao orgasmo.

2. Platô: resposta dos órgãos sexuais

Como resposta sexual dos órgãos sexuais femininos, a parte superior da vagina se abre e ocorrem mudanças no útero, que se prepara para receber o esperma. O fluxo sanguíneo se concentra também no peito, deixando os mamilos enrijecidos e os seios inchados. O clitóris recua contra o osso púbico, e o capuz clitoriano (pele equivalente ao prepúcio masculino) desliza para trás e expõe a ponta do local. Já como resposta sexual dos órgãos sexuais masculinos, o esfíncter uretral (orifício no centro das glandes) se contrai a fim de deter a urina, e os músculos na base do pênis começam a pulsar. Os testículos se contraem.

3. Orgasmo feminino e orgasmo masculino

Ao chegar ao orgasmo, os órgãos sexuais masculinos e femininos reagem de diferentes maneiras. No orgasmo masculino, os homens tem ejaculação e no orgasmo feminino, os músculos vaginais fazem movimentos de contração e relaxamento simulando espasmos (em um intervalo de 0,8 segundo). A respiração fica mais intensa, os batimentos cardíacos aumentam e o ânus também começa a ter espasmos. Depois do orgasmo, o clitóris e a cabeça do pênis ficam com uma sensibilidade dolorosa ao toque.

4. Resolução: depois do orgasmo

É quando o corpo relaxa depois do orgasmo e volta ao normal. Os homens podem cair no sono (assim como as mulheres) ou sentir muita vontade de se aconchegar depois do orgasmo.