Voltar para Saiba mais

O melhor sexo para ela: aprendendo as zonas erógenas

Proporcione o melhor sexo para a sua parceira

O melhor sexo para ela: aprendendo as zonas erógenas

Debatemos frequentemente se outras espécies no planeta sentem prazer durante o sexo da maneira que os seres humanos sentem. À medida que  o homem se tornou mais social, e as nossas sociedades se tornaram mais complexas, é provável que nós evoluímos com essas respostas e entendemos que o sexo não é feito apenas para reprodução. Como resultado, a resposta sexual pode ser desencadeada por uma série de coisas que estão fora do contato sexual, como estímulos visuais ou toques. Assim, podemos agradecer à evolução por atingirmos o melhor sexo.

A fim de permitir que o seu parceiro explore toda a sua gama de experiência sexual, é importante utilizar essas sensações extra-sexuais, o que significa aprender sobre as zonas erógenas.

Esperamos que você já saiba do óbvio por si só, mas existem algumas que você pode não saber ainda. Por isso, reunimos essa lista de algumas (mas não todas) destas zonas erógenas, com algumas informações sobre porque elas são importantes, bem como algumas dicas de como usá-las para deixar sua parceira mais excitada. Não importa o quanto você acha que sabe, o seu parceiro nunca deve parar de explorar o seu corpo e nem você o dele. As dicas abaixo podem ajudar você a guiar seus movimentos.

Vulva

Será que precisamos explicar esta? O centro de prazer sexual em mulheres contém uma concentração maciça de terminações nervosas que, quando estimuladas corretamente podem levá-la ao êxtase.

Ânus

O ânus também tem uma grande quantidade de terminações nervosas que podem te ajudar, além da área em torno dele que é muito sensível. Se ela gosta ou quer explorar o sexo anal, uma boa ideia é começar com um dedo bem lubrificado. Se ela não está a fim disso, uma passada de mão sobre a área pode estimular essas terminações nervosas e pode te ajudar a quebrar o tabu.

Mamilos

Outro exemplo óbvio, mas vamos lembrá-los aqui de que esses são super sensíveis, por isso você deve dar mais atenção e garantir que está cuidando bem deles! Você pode variar a intensidade, mas se você trata-los como se estivesse tentando sincronizar uma rádio, isso pode causar muitas dores a ela durante um bom tempo.

Lábios

Os lábios são extremamente sensíveis ao toque e a sensações de temperatura, então, gaste um bom tempo com os beijos. Demore e só pare quando os dois não aguentarem mais. Chupe, sugue, dê leves mordidas quando estiver no calor do momento para estimular todas essas terminações nervosas.

Pernas

As coxas são uma cama quente de nervos, ela possui todas as terminações que passam pelas pernas e pés. A parte interna das coxas são muito sensíveis e podem ser estimuladas com um toque leve e por estar tão perto da vulva pode dar uma emoção a mais.  

Atrás das orelhas

As orelhas são muito sensíveis, e os efeitos psicológicos de simplesmente respirar próximo a elas pode ser suficiente para fazê-la ficar louca. A área logo atrás das orelhas também é particularmente sensível. Você pode segurar a cabeça dela e deixar o polegar repousando bem nessa área e ficar esfregando, que também te coloca na posição de protetor.

Períneo

Ao se dirigir para algum lugar, muitas vezes nos concentramos apenas no destino e esquecemos de prestar atenção no caminho. Bem entre a vagina e o ânus está o períneo, um local muito sensível que cobre a esponja perineal, que é uma massa de tecido eréctil, tal como o clitóris. Também é conhecido como o ponto PS, que pode ser estimulado por fora, empurrando e passando os dedos suavemente para cima.

Parte inferior das costas

Bem no meio da medula espinhal fica o núcleo central do sistema nervoso, que se ramifica nos nervos que ligam às pernas e aos órgãos sexuais. A pele em si é muito sensível, delicada, se você tiver cuidado e souber como tocar corretamente pode ser muito excitante. Se você aplicar um pouco de pressão por aqui, ele pode enviar pequenos choques de prazer para o corpo todo.