Voltar para Saiba mais

Mentiras de amor

Sexo e sinceridade

É fácil pensar que sinceridade no amor é apenas ser fiel ao parceiro e ser honesto e dizer-lhe a verdade sobre ir a um bar em vez de lançar mentiras de amor dando a desculpa de ter ficado trabalhando até mais tarde. No entanto, a verdadeira sinceridade no amor e no sexo vai mais longe, além de ser uma das melhores maneiras de garantir a confiança no amor e, consequentemente, um relacionamento saudável. Assim, evite as seguintes mentiras de amor:


  1. “Estou bem”. Muitos evitam o conflito amoroso escondendo sentimentos, acreditando que um amor de verdade abre mão de suas necessidades. Apesar de certas mentiras de amor leves de vez em quando (como: “Não, seu bumbum não fica muito grande nessa calça”) serem aceitáveis, colocar seu parceiro em primeiro lugar o tempo todo só levará a ressentimentos. Isso não significa que você tenha que ter tanta sinceridade no amor a ponto de ser cruel: apenas seja honesto sobre seus sentimentos e valorize isso, não projete toda a confiança no amor na outra pessoa. Em vez de expressar ressentimentos dizendo: “Você é um irresponsável por chegar tarde em casa”, diga: “Eu me sinto ignorada quando você muda os planos na última hora sem dizer nada”. Dessa maneira, é muito menos provável que haja uma reação defensiva ou um conflito amoroso e você ainda estará evitando mentiras de amor da sua parte, sendo verdadeira consigo mesma.
  2. “Ooh, ooh, aah”. Homens e mulheres podem faltar com a verdade sobre o amor, fingindo o prazer sexual para evitar ferir os sentimentos do outro e causar ressentimentos (ou para terminar uma transa que está demorando demais sem que caiam em um conflito amoroso). Porém, quando faltamos com a verdade sobre o amor, o amante deduz que ele está proporcionando prazer durante o amor de verdade – e provavelmente fará a mesma coisa da próxima vez, porque nessa deu certo. Em vez disso, demonstre confiança no amor e fale com sinceridadeo que a desanima ou admita que você está cansada/estressada/bêbada demais para atingir um orgasmo. O sexo não precisa levar a um gozo simultâneo, e faltar com a verdade sobre o amor sempre piora as coisas ao longo do tempo.
  3. “Fico feliz em fazer isso”. Pessoas diferentes têm desejos diferentes e, só porque o parceiro pede para que faça alguma posição sexual diferente, ninguém é obrigado a dizer sim só para fingir o amor de verdade. Se você não gosta de alguma posição sexual ou qualquer outra coisa no sexo, fale com sinceridade (sem pensar em julgamentos e ressentimentos). E aceite se seu parceiro não estiver a fim de tentar uma posição sexual diferente também. Compromisso faz parte de qualquer relacionamento saudável, mas, se você não está à vontade sobre alguma coisa, é melhor optar pela sinceridade no amor e deixar tudo às claras. A verdadeira confiança no amor e no sexo envolve muito mais o ato de dizer “não” do que “sim”.  

Um relacionamento saudável e amoroso é baseado na verdade, no afeto e no respeito. Assim, respeite seu parceiro ao dizer a verdade sobre o amor, e a confiança no amor que isso gerará vai torná-los muito mais fortes.

"A verdadeira confiança no sexo envolve muito mais o ato de dizer “não” do que “sim”."